Saiba mais sobre o uso de cookies

ATENÇÃO ! Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Em 5 portugueses, cerca de 2 sofrem de ansiedade patológica

Em 5 portugueses, cerca de 2 sofrem de ansiedade patológica
13:03:34 22-08-2015 Sentido de Si Blogue

Descrição

Em 5 PORTUGUESES cerca de 2 sofrem de ANSIEDADE. OS PROBLEMAS DE ANSIEDADE têm MAIS DO DOBRO DA PREVALÊNCIA DA DEPRESSÃO, SABIA?

As perturbações psiquiátricas mais frequentes na população portuguesa são a ansiedade (16,5 por cento) e a depressão (7,9) (Relatório Saúde Mental em Números (2013); notícia)

Mas o que é afinal a ansiedade?

Socorrendo-nos das palavras do psiquiatra Prof. Doutor António Palha:

“A ansiedade é uma manifestação normal da vida social, sendo persistente ou repetitiva nas pessoas. Contudo, quando atinge um nível de intensidade grande e afeta o dia-a-dia, altera a qualidade de vida e interfere com a capacidade, eficiência e adaptação de uma pessoa às exigências quer profissionais, quer familiares. Ela está doente e precisa de tratamento, pois está num registo diferente daquele que seria o normal”

Prof. António Pacheco Palha, citado (notícia do NewsengageFarma)

O psicólogo Douglas Mennin, na notícia do The Huffington Post UK, de autoria de Natasha Hinde, refere que as perturbações de ansiedade podem afetar as diferentes pessoas de formas diferentes e em escalas variadas.

Em Portugal o Relatório de Saúde Mental em Números (2013) apresenta a prevalência nacional dos diferentes tipos de perturbações de ansiedade.

 

Refere ainda que "todas provocam medo ou preocupação que interfere com a vida diária". Este especialista enumera alguns sintomas de ansiedade comuns e transversais (a pessoa pode sentir um, ou mais, mas não todos em simultâneo):

- Preocupação persistente, ou sem fundamento.

- Repetidos ataques aleatórios, de pânico ou preocupação persistente, e antecipação de outro ataque de pânico.

- Medo irracional, ou o evitar de um objeto, lugar ou situação, potenciador de pouca, ou nenhuma ameaça ou perigo.

- Realização de incontroláveis, atos repetitivos, como lavar as mãos ou verificar as coisas.

- Pesadelos recorrentes, «flashbacks» e entorpecimento emocional, relativamente a um evento emocional da sua sua vida.

Mennin ainda acrescenta que os sintomas de ansiedade em determinadas pessoas podem durar um pequeno período de tempo, e em outras pessoas que podem durar por um longo período de tempo.

 

É preocupante a elevada prevalência de ansiedade nos portugueses.

Procure ajuda quando se sentir ansioso, acredite que uma ajuda profissional atempada favorece muito o prognóstico da presença dos sintomas.

______________________________________

Entretanto siga-nos que procuramos criar mais em prol da saúde mental nacional.

   

 

  

 

 

 


Tags:

Partilhar


Comentários

Assine a Newsletter e junte-se a nós!

Ajude-nos a encaixar as peças!

Divulgue connosco

Divulgue aqui

Rede de Parceiros

  • InvoiceXpress
    ACEGIS
  • Freguesia de Mafamude e Vilar do Paraíso
    GoUpBuzZ.com
  • Mafalda Palolo
    Banco de Inovação Social